ATENÇÃO!!!

Em abril/2014 meu blog passou por uma reformulação, e desde então mudei não só de nome... Agora Episódios Comentados por Dan Artimos é conteúdo do Mundo Blá! Porque de Blá a gente entende!

Clique aqui e continue lendo os meus comentários.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Notícias | Qual Canal e IBOPE Media mostram estudo sobre Twitter e TV

O Qual Canal, empresa brasileira pioneira na análise da viralidade dos programas de TV no Twitter, mostrou em um evento os primeiros resultados de uma análise elaborada em parceria com o IBOPE Media. Ainda em andamento, a pesquisa mostra algumas tendências interessantes da relação entre Twitter e TV. Se por um lado a audiência de programas não parece ser determinada pelo número de tweets, por outro se observou que quando um programa ultrapassa certos "gatilhos", a correlação pode ser matemática. Como exemplo, o estudo identificou que quando um programa ultrapassa os 17 pontos de audiência, cada 5.000 tweets adicionais equivalem a mais um ponto de audiência.

"Ficou claro que existe uma relação íntima entre audiência e buzz, de retroalimentação. Essa relação não é necessariamente de causa e efeito e o desejo de 'inclusão social' (participação na conversa) é o elo entre a TV e as redes sociais. Isso representa uma grande oportunidade a ser melhor explorada por emissoras e anunciantes. Nosso objetivo, no momento, é contribuir para a curva de aprendizado do mercado através de métricas simples e objetivas", comenta Flávio Ferrari, sócio do Qual Canal.

Números do IBOPE Media e de outros estudos ilustraram o debate. Para desenhar a relevância do tema para a publicidade e para as emissoras de TV, dados do IBOPE Media indicam que 43% das pessoas que possuem TV e conexão com a Internet usam os dois meios ao mesmo tempo. Destes, 29% comentam seus programas nas redes sociais. Segundo o próprio Twitter, hoje, 95% da conversa pública sobre televisão nas redes sociais acontece dentro do microblog.

"Outro fato bastante relevante é que a participação de telespectadores no Twitter cresce a cada dia - se no ano passado um reality show tinha um número de tweets, sua edição deste ano já obtém um resultado quatro vezes maior. Os consumidores já estão e vão cada vez mais adotar comportamentos de TV Social, ou seja, assistir TV e comentar nas redes sociais opiniões e impressões que antes não saiam de suas salas", pontua André Terra, sócio-fundador do Qual Canal.

Índice Viral

Durante o evento, Anderson Fer, também sócio-fundador do Qual Canal, apresentou aos presentes a aplicação do índice criado pela empresa para medir o potencial viral de um programa, o Viral Index (VI). O índice, que relaciona diretamente os shares de audiência e tweets, complementa as informações disponibilizadas pelo o IBOPE Media no processo de identificação de programas relevantes para o plano de mídia.

A Leo Burnett Tailor Made, representada no evento por Diego Ferreira, é a primeira agência de que se tem notícia no cenário global a inserir um indicador de potencial viral em seu sistema de mídia. Diego compartilhou a experiência da agência com a nova variável de seleção e sugeriu alternativas para sua utilização no processo de seleção de programas, de acordo com a estratégia de mídia dos anunciantes.

A parceria e os estudos entre o Qual Canal e o IBOPE Media continuam e devem produzir mais resultados em breve. No entanto, uma coisa é certa: a importância da segunda tela não pode mais ser ignorada.

Mais informações sobre o Qual Canal em www.qualcanal.tv.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos, pois assim podemos trocar conhecimentos e discutir sobre o episódios. Além disso, sua opinião é importante para continuarmos melhorando.


Equipe Episódios Comentados.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...