ATENÇÃO!!!

Em abril/2014 meu blog passou por uma reformulação, e desde então mudei não só de nome... Agora Episódios Comentados por Dan Artimos é conteúdo do Mundo Blá! Porque de Blá a gente entende!

Clique aqui e continue lendo os meus comentários.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

House | S05E07 - The Itch

House
Série: House
Episódio: The Itch
Temporada:
Número do Episódio: 93 (5x07)
Emissora: FOX

Depois de uma semana sem "House", finalmente podemos saber o que aconteceu com o relacionamento entre o Dr. Greg House e a sua amiga e chefe Dra. Lisa Cuddy, mas o que não esperava era que o episódio fosse ser tão escrotizador como foi este, e ainda bem que tivemos bastante destaque para um casalzinho que andava apagado.

Um carteiro passa na frente da casa de Stewart Nozick e o vê tendo uma convulsão, mas quando os paramédicos chegam para resgatá-lo, Nozick começa a se debater ao sair de sua casa, escapa da maca e volta correndo pra casa pedindo que eles sumam dali.

Em reunião com House e equipe, Dra. Allison Cameron repassa tudo sobre Nozick e House fica intrigado ao descobrir que o homem não pode ir ao hospital fazer os exames pois tem Agorafobia Aguda. Cuddy chama House para conversar e explica que entende o que houve entre eles na noite passada, mas que o beijo deles não significou nada e também pede para que ele não conte nada para o pessoal. House volta para a sala para conversar sobre Nozick e a primeira coisa que faz quando Dra. Remy Hadley (Thirteen) pergunta o que ela queria é dizer que eles ficaram.

HOUSE:
- Eu a peguei noite passada e agora ela está no meu pé.
THIRTEEN:
- Uau! Ela parece bem para alguém que está tomando calmantes.

Cameron dá algumas dicas de como proceder com poucos equipamentos na casa de Nozick, o Dr. Eric Foreman complementa todos os métodos possíveis para um diagnóstico quase que preciso e House complementa solicitando a procura de toxinas pelas casa.

HOUSE:
- O Formster e a Camster. Detonando como antigamente. Graças a Deus ela não está tentando roubar o emprego de vocês.

Na casa de Nozick, Cameron deixa claro para ele que não saíram da porta dele sem que façam alguns exames, mas o Dr. Lawrence Kutner pede que ela seja honesta com ele, pois ele sofre de um stress pós-traumático muito grande. Quando ela resolve ser honesta com ele, Nozick abre a porta e ela faz os exames dele em um quarto, enquanto os outros procuram pelas toxinas pela casa.

Cameron conversa com Nozick e demonstra pena pelo estado em que ele ficou depois do assalto que sofreu e assim perdeu sua namorada, mas ele se nega a deixá-la sentir isso e começa a contar de como é feliz vivendo daquele jeito, deixando-a sem graça.

Dr. James Wilson encontra House descansando em um sofá e fica chocado quando o amigo conta que ficou com Cuddy. Wilson quer saber dos detalhes, mas House esconde e assim o amigo descobre que o ranzinza está sentindo algo pela chefe, só que para seu azar ele recebe uma ligação de sua equipe e o manda embora de sua sala. Dr. Chris Taub repassa para House que a casa de Nozick é completamente limpa, mas o que House quer mesmo saber é se Cameron está noiva do Dr. Robert Chase, mas ela diz que não e entre alguns diagnóstico e conversa simples ele fala do relacionamento dela com o rapaz.

House descobre que Nozick fica tenso em imaginar-se saindo de casa e que esse pode ter sido o motivo de sua última convulsão, mas como Nozick não vai querer sair de casa para simular outra, ele resolve levar o lado de fora para dentro da casa dele. E a noite ele leva algumas pessoas para dentro da casa dele e Cameron tenta controlá-lo, pois o que House suspeitava acontece e Nozick começa a passar mal, mas ao invés de convulsão ele sofre de algo no estômago.

House pega os exames que Cameron fez em Nozick e fica confuso, pois todos os seus subordinados começam a falar diversas coisas e somente Foreman deixa claro que o resultado do exame, obstrução intestinal, com a convulsão pode ser sintoma de diversas doenças. House vai até o quarto de Nozick para tentar convencê-lo a fazer ou uma ressonância ou uma exploração intestinal, mas Cameron tenta protestar sua permanência no quarto. Conversando com Nozick e entendendo a situação dele, House resolve chamar Chase para fazer uma cirurgia ali dentro da própria casa.

HOUSE:
- Precisamos enfiar um dreno anal. Também precisamos dar uma olhada em seu intestino.
NOZICK:
Deixei claro os meus desejos.
HOUSE:
- Aham. E se a fada dos desejos estivesse aqui, ela poderia concedê-los.

Cameron fica indignada quando descobre que House quer fingir iniciar a operação de Nozick em sua casa, depois levá-lo para o hospital, fazer lá a cirurgia, para então devolvê-lo a sua casa, mas ela acaba desistindo quando o médico começa a falar de seu problema de gostar de pessoas doentes.

Nozick segura a mão de Cameron antes da cirurgia e agradece por ela ser uma boa pessoa. Ele então adormece com a ajuda de Chase, deixando-a sem reação quando o Foreman e os outros entram para levá-lo.

Wilson vai conversar com Cuddy e assim como com House acaba descobrindo mais do que eles mesmo sabem sobre a relação deles, ainda mais quando a doutora começa a se abrir espontaneamente quando ele insinua que ela pensa em House como namorado. Wilson tenta abrir a mente da amiga, mas ela é bipada para ir ver algum problema.

CUDDY:
- Não penso no House dessa forma. Nunca pensei.
WILSON:
- Por que não?
CUDDY:
- Sabe exatamente como seria. Começaria empolgante, ficaríamos presos na novidade e hostilidade e na proibição. E então perceberíamos que o flerte hostil é apenas hostilidade e a incapacidade dele de se abrir não é mais empolgante, é apenas frustrante. E aí o inevitável aparece e as recriminações e paramos de nos falar por dois meses.
WILSON:
- É. Bem, certamente prova que nunca pensou isso do House.

Cameron discute com Chase sobre sempre ir para a casa dele depois de ter a conversa com House, pois isso no ponto de vista do ranzinza é sinal de dominação do namorado dela. Os dois levam o paciente para uma sala, mas Cuddy aparece para conversar com eles.

A sós em um quarto, Cuddy tenta entender o que House está fazendo e explica que eles não poderão continuar com isso, só que diferentemente de antes, House não retruca e simplesmente diz que ela está certa quando Cameron tenta argumentar, mas ele diz que não se importa em aonde Nozick irá acordar, mas o paciente irá ficar no hospital. Cameron e Chase levam o paciente para a cirurgia e Cuddy tenta novamente conversar com ele, mas ele não quer.

CUDDY:
- House, Você está bem?
HOUSE:
- Sim. Não precisamos conversar.
CUDDY:
- Sua mão.
HOUSE:
- Ah! Que estranho. Geralmente não tenho os estigmas antes da páscoa.

Cameron aproveita que a enfermeira foi chamar Chase para cirurgia e acorda Nozick para deixá-lo informado sobre sua ida para o hospital, mas o paciente começa a ter outra convulsão e ela é obrigada a ceda-lo novamente, só que precisa da ajuda de vários enfermeiros. Chase não entende o que ela estava fazendo.

House, Cameron e Chase são chamados por Cuddy e notificados que Nozick chamou um advogado e que da próxima vez que ele precisar de uma emergência, ele irá para outro médico. Cameron estranha mais uma vez que House não argumenta nada com Cuddy e sai sem dizer nada. Chase tenta entender o que está acontecendo com Cameron que continua se submetendo a House, mas ela diz que tem de solucionar o problema de Nozick.

CHASE:
- O que você tem? Foi por isso que saímos da equipe do House. Para evitar essa enchente de pura loucura.
CAMERON:
- Isso fui eu. Você foi demitido.

Cameron retorna ao apartamento de Nozick e tenta conseguir que ele a desculpe por ter enganado-o e ele ficar desapontado com ela. Sua tática dá certo e ela consegue voltar a falar com ele.

Wilson continua sem entender o que se passa com House e tenta mostrar para ele que namorar Cuddy não seria tão problemático, mas House consegue dar uma invertida na situação e deixa Wilson sentindo-se culpado. Ele chega a te a citar Amber, a namorada falecida de Wilson.

Cameron liga para House e diz que Nozick está piorando e que pensa em fazer a cirurgia em casa, mas ela não consegue convencer Chase. House também diz que não falará com ele e para isso convoca Taub para a brincadeira.

A noite Taub e Kutner fazem a cirurgia em Nozick e consegue um pedaço do intestino dele para que House analise. Ele encontra uma atrofia intestinal e Cameron desconfia que seja a doença de Whipple, o que explicaria as convulsões.

Chase vai até a casa de Nozick para conversar com Cameron e ir para casa dela, mas ela não pode ir para casa, pois está tomando conta do paciente. Chase acha que ela está fugindo dele, mas antes que ela responda algo para ele, ela precisa correr até o paciente e ao chegar descobre que ele não sente as próprias pernas.

Cameron faz uma reunião com House e a equipe por telefone, mas ela fica desapontada, pois ele pede que Nozick coma algo e que isso faça uma reação alérgica para forçá-lo a ir para o hospital, e depois faça o exame de sangue que ela pensou. O pior é que Foreman concorda com o que House diz.

Wilson procura Cuddy e diz para ela que está sentindo algo, mas que não pode fazer nada no momento, pois é muito cedo desde Amber. Cuddy entende e pede para transar com ele ali mesmo, ou melhor, na frente de House, o que deixa o médico chocado e é obrigado a assumir que queria fazer ciúmes em House.

Cameron tenta convencer Nozick a ir até o hospital e se tratar do stress pós-traumático, mas ela fica sensibilizada com ele quando descobre que ele é assim desde criança, sempre com dores físicas e ataques de pânico. Quando ele conheceu sua namorada, Angela, ele começou a ter vontade de sair, mas depois que ela morreu tudo piorou.

House vai conversar com Taub e quer a ajuda dele para conseguir levar Nozick para o hospital, nem que para isso tenha que trocar o saco de morfina por um de soro comum e assim aumentar a dor dele. Taub se recusa, mas House insiste que ele fará isso por que o casamento dele está desmoronando e é a única coisa que ele tem para se apegar.

House instala algo em seu apartamento para acabar com a mosca, mas o que consegue é criar uma explosão, só que ele acaba acordando de um terrível pesadelo. Wilson atende House em sua porta, mas ele diz que o ranzinza deveria procurar Cuddy ao invés dele. House tenta argumentar, mas Wilson explica que ele está com medo de tentar com Cuddy, ver que ela é a pessoa certa para ele, mas que algo dê errado e perca isso. House não fala nada, mas Wilson o expulsa de sua casa e deixa claro que ele deve ir procurar Cuddy.

Mas ao invés disso, House vai até o apartamento de Nozick e Cameron os dois falam que seus exames foram inconclusivos, mas House pede que ela faça outra endoscopia no paciente, só que ele desmaia e fica sem pulso. House fica contente com isso e chega até a conseguir a liberação do advogado para levá-lo ao hospital, mas Cameron deixa o paciente estável novamente, o que faz House fica desapontado.

Foreman explica para Nozick que ele terá de usar o marca-passo que Taub está colocando para controlar seu coração, mas a melhor questão vem de House, que pergunta a Cameron se ela quer o emprego antigo de volta, mas ela se recusa, pois gosta de devolver a vida aos pacientes e não brincar com elas. Kutner e Thirteen discutem sobre ser alguma toxina, mas ela tenta focar que o cara sé um maníaco obsessivo por limpeza e isso deixa House curioso.

House questiona de quanto em quanto tempo ele limpa a banheira e Nozick diz que é de dois em dois dias, e o pior, usa água sanitária e amônia. A sós com sua equipe todos entendem que o que está matando Nozick é o gás de cloro que acaba com sua gordura, assim House indica a administração de corticóides e bicarbonato de sódio.

Cameron tenta convencer Chase a fazer a implantação do marca-passo definitivo em Nozick, mas ele se recusa se não tiver os aparelhos necessários. O assunto então muda do nada para o problema dele não dormir na casa dela e ele explica que na casa de Cameron se sentia apenas como uma visita, pois todas as vezes que dormia lá, pela manhã ela o expulsava, fora que nunca lhe ofereceu uma gaveta, ou uma parte do closet para ele.

CHASE:
- Sei que é difícil para você, porque perdeu seu marido, mas... Não posso continuar a te seguir para sempre.

House desiste de Nozick e pede que Cameron volte a aplica morfina no paciente, mas ela explica que sabia o que ele faria e que o paciente estava o tempo todo sobre o efeito da droga. House então compreende algo e ao pesquisar descobre que ele está sendo envenenado.

Na manhã seguinte Cameron fica intrigada com uma massa que tem no quadril de Nozick e House não explica o que é, mas ela entende que é envenenamento por chumbo, por isso o motivo do temperamento, das convulsões e da constipação. House pega o bisturi e abre um buraco no lado aonde ele foi atingido pela bala. Cameron fica perplexa, pois House lhe explica que o assaltante usou balas vazias, que só deixaram fragmentos no corpo de Nozick.

Cameron tenta convencer Nozick a mudar, mas ele não quer e House explica que ele é um miserável infeliz que tem medo de mudar e mesmo com todas as doenças que tem poderia dar um jeito, mas prefere se trancar e fingir que é feliz.

A noite, Cameron encontra Chase e assume que ela tem um problema por causa do ex-marido e que superou isso, limpando uma gaveta bem grande para ele.

House toca violão em casa quando vê uma mosca em sua mão e assim ele compreende que ela é só um meio de se distrair dos reais sentimentos e ele só compreendeu isso por causa das palavras de Wilson.

Nos momentos finais vemos House tomando coragem de ir a casa de Cuddy, enquanto Nozick tenta sair de casa. Chase e Cameron arrumam sua gaveta no apartamento dela. Taub fica contente, pois Rachel vai procurá-lo no sofá e deita a seu lado. Por fim Nozick sai de casa e fica feliz, mas House fica com medo e volta para o carro antes de bater a porta de Cuddy.

Episódio nota 9,5, só não foi melhor porque não senti a aflição do paciente poder realmente morrer, mas gostei dos desfechos das histórias. Cameron e Chase merecem uma chance, tudo bem que nas primeiras temporadas queria ela com House, mas o ranzinza fica bem melhor com Cuddy, e finalmente isso está sendo explorado. Taub até que enfim se acertou com Rachel, mas acho que isso será um desapontamento para House. Estou contando os dias para o episódio de número 100, que com certeza será fantástico.

Abraços e até o próximo episódio comentado.

Dan Artimos

2 comentários:

  1. Não vi a estréia da nova temporada de House essa semana, que odio.

    Quando começa ainda nem estou em casa hehhe.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Eu também gostei muito, Dan.
    Apesar de achar que esta estória com a Cuddy não dará em nada porque o House que conhecemos é o ranzinza solitário e infeliz. Aliás, sinto falta das divagações dele sobre a vida, a natureza humana. Acho que isto não tem sido explorado - o que é uma pena...pois rendia sempre ótima reflexões.

    Ah - e achei o paciente muito chato. Queria que tivesse morrido, hahahahaha.
    E a Cameron também continua chata. Acho que não faz falta no time principal.

    Abs

    ResponderExcluir

Seus comentários são sempre bem-vindos, pois assim podemos trocar conhecimentos e discutir sobre o episódios. Além disso, sua opinião é importante para continuarmos melhorando.


Equipe Episódios Comentados.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...